CENTRO ESPÍRITA SEARA DE JESUS

Departamentos

Infância e Juventude

ATRIBUIÇÕES
 
O Departamento de Infância e Juventude - DIJ tem como objetivo ensinar e divulgar o Espiritismo a pessoas de 0 a 21 anos, evangeIizando-as para a vida e formando futuros seareiros para a Casa.
 
As crianças e jovens são divididos em grupos conforme a faixa etária, compreendendo-os assim:
 Berçário: de 0 a 2 anos
 Maternal: dos 3 aos 5 anos
 Primeiro Ciclo: dos 6 aos 8 anos
 Segundo Ciclo: dos 9 aos 11 anos
 Pré-juventude: dos 12 aos 14 anos
 Juventude de 14 a 21 anos

 
ATIVIDADES
 
 Refletir sobre o papel do Evangelho no Lar para a criação e a manutenção de um ambiente harmônico e espiritualmente equilibrado;
 Caracterizar o relacionamento entre pais e filhos, destacando a importância do respeito na construção de relações equilibradas e felizes;
 Discutir as responsabilidades que sobrevêm para os pais nos casos em que apenas um deles exerce a função de criar os filhos;
 Descrever a missão da maternidade seja esta de origem biológica ou apenas exercida por meio da adoção, destacando a missão do ser pai e mãe perante a Espiritualidade;
 Refletir sobre o equilíbrio entre o trabalho e a dedicação à família, identificando os princípios que devem nortear as escolhas a serem realizadas por cada um;
 Discutir como os pais contribuem no desenvolvimento dos filhos, favorecendo que estes explorem e desenvolvam os potenciais positivos trazidos para esta encarnação;
 Reconhecer a família como impulsionadora do progresso dos Espíritos que a formam, identificando as consequências sobre a prole do relacionamento entre marido e mulher;
 Analisar o papel da família quanto ao processo de valorização do trabalho pelo jovem, caracterizando os princípios espíritas que devem nortear esta ação;
 Reconhecer a importância da família na proteção da criança e do jovem diante das drogas e da violência;
 Discutir como os pais espíritas podem atuar na prevenção da influência deletéria dos valores consumistas ditados pela mídia, na formação moral da criança e do jovem;
 Refletir sobre a formação moral dos filhos na atualidade, analisando os fatores que predispõem ao desenvolvimento de comportamentos discriminatórios e violentos;
 Conhecer as etapas para um desenvolvimento sexual e afetivo saudável, identificando formas de acompanhar e promover este desenvolvimento à luz da Doutrina Espírita;
 Discutir como a família espírita deve trabalhar as questões de separação e morte junto aos filhos;
 Discutir as diretrizes e os valoresque devem estar presentes na educação da criança e do jovem, relacionando a contribuição dos conhecimentos doutrinários neste processo.
 
 
ATENDIMENTO
 
 Sábados, das 20h às 21h.
 
 
RESPONSÁVEIS
 
Coordenadora – Eliane Albino de Souza
Subcoordenador – Cleimar de Oliveira Pavei